BEMYSELF

9 Estratégias Vitais a Usar no Marketing Para a Geração Z

9 Estratégias Vitais a Usar no Marketing Para a Geração Z (parte III)

Nesta publicação terminamos o tema das anteriores publicações onde te falávamos da Geração Z e da sua importância para as empresas. A Gen Z chegou para ficar e damos-te as estratégias vitais para compreenderes o marketing direccionado a ela.

(Lê a 1ª parte deste artigo aqui e a 2ª parte aqui.)

8. Destaca a tua dedicação à privacidade

A Gen Z quer proteger a sua privacidade.

De fato, de acordo com a NGen, 88% da Gen Z concordou com a afirmação “proteger a minha privacidade é muito importante para mim”. A Geração Z entende intuitivamente que o que se passa na web permanece na web.

De acordo com a sondagem da IBM, ‘Uniquely Gen Z’, menos de um terço dos adolescentes afirmam estar confortáveis ​​em partilhar detalhes pessoais que não sejam informações de contacto e histórico de compras.

No entanto, o mesmo estudo revelou que 61% se sentiriam melhor ao partilhar informações pessoais com as marcas se pudessem confiar que estas estavam a ser armazenadas e protegidas com segurança.

É aqui que as empresas precisam chegar-se à frente. Sempre que tentares coletar informações da Geração Z, fá-lo com transparência e certifica-te que destacas o teu compromisso em manter os dados seguros e protegidos.

Além disso, a Geração Z também prefere “criar mais conteúdo anónimo e privado através de aplicações como Snapchat ou Secret. Ainda publicamos o que estamos a fazer, mas somos muito seletivos sobre quem vê e por quanto tempo está publicado.”

Portanto, as marcas devem concentrar-se em canais privados e diretos, como o Facebook Messenger e o Snapchat, para conectar-se individualmente à Geração Z.

9. Faz parceria com Micro-influenciadores

O marketing de influenciadores é uma forma poderosa de criar a tua marca e negócios. E com a Gen Z, o potencial é enorme.

De facto, a Google descobriu que 70% dos assinantes adolescentes do YouTube se relacionam mais com os criadores do YouTube do que com as celebridades tradicionais.

E não é tudo. Uma pesquisa da Fullscreen revelou que mais de 44% dos participantes da Geração Z experimentaram uma recomendação de um “criador digital” (definido como alguém que ganhou fama totalmente online), em comparação com apenas 36% que experimentaram produtos promovidos por celebridades.

Esta é uma ótima notícia para as pequenas empresas, porque esses influenciadores são muito mais acessíveis que os influenciadores celebridade. Portanto, procura os micro-influenciadores do teu nicho.

O influenciador médio ganha 300 dólares por publicação patrocinada, mas muitos influenciadores menores terão prazer em promover o teu produto numa publicação de vídeo ou rede social em troca de uma amostra grátis.

Considera oferecer ao influenciador três amostras – uma para ele e duas para serem usadas em brindes ou competições para os seus seguidores. Desta forma, todos ganham: tu recebes promoção, eles recebem material gratuito e a oportunidade de recompensar os seus seguidores, e o seu público tem a chance de ganhar produtos!

Desafios ao fazer marketing para a Geração Z

O marketing para a Gen Z pode vir com um conjunto de desafios, mas não deixes que te desencorajem. Assim como o marketing para qualquer outra geração, estes desafios podem ser superados depois de te familiarizares com eles. Então, vamos ver alguns dos principais desafios que podes enfrentar ao fazer marketing para a Geração Z.

1. A Geração Z tem um curto período de atenção.

A Gen Z tem um tempo de atenção de cerca de 8 segundos. Isto é alguns segundos mais curto que o tempo de atenção dos Millennials, que é cerca de 12 segundos. Isto significa que, quando se trata de marketing para a Geração Z, todos os segundos contam. Terás menos tempo para chamar a atenção deles e queres assegurar uma utilização cuidadosa do tempo. Para enfrentar este desafio, os profissionais de marketing precisam garantir que o conteúdo direcionado à Geração Z seja cativante o suficiente para manter a sua atenção. Portanto, salta qualquer introdução longa e desnecessária. Afinal, tens apenas 8 segundos para convencê-los de que vale a pena ver o teu conteúdo.

2. A Geração Z está em constante movimento entre dispositivos.

Juntamente com um curto período de atenção, o marketing para a Gen Z pode ser um desafio se ainda não estiveres familiarizado com as preferências deles. Eles nasceram e cresceram num mundo onde a presença da tecnologia e da internet era a norma. É a geração com o maior número de dispositivos tecnológicos à sua volta, e é por isso que não é surpresa que estejam constantemente a saltar de um dispositivo para outro. Enquanto os Millennials o fazem por 3 ecrãs em simultâneo, a Gen Z fá-lo com até cinco ecrãs. Com esta alternação constante entre dispositivos, pode ser um desafio para os profissionais de marketing saber como alcançá-los no momento certo, da maneira certa.

3. A Geração Z não tem medo de partilhar as suas opiniões.

A Gen Z é ousada. Eles não têm medo de dizer que a tua campanha é terrível. Eles falam sobre os seus pensamentos e isso inclui o que pensam sobre o teu conteúdo. Os consumidores da Geração Z foram criados num mundo de personalização e esperam que os profissionais de marketing costumizem a experiência para atender às suas necessidades individuais. Boas ou más, eles provavelmente vão partilhar as suas opiniões nas redes sociais. Por isso, ao fazeres marketing para a Gen Z, é importante lembrares-te de ser mais recetivo e aberto a críticas.

Agora deves estar a perguntar-te:

O que vem depois da Geração Z e de que geração sou eu?

A geração após a Gen Z é atualmente chamada de Geração Alpha.

Isto agrega qualquer pessoa nascida entre 2013 e 2030. A Geração Alpha deve atingir a maioridade entre 2030 e 2040.

E as outras gerações?

Bem, embora não haja datas precisas ao definir gerações, aqui está uma descrição básica de cada geração que está viva hoje:

  • Geraçãon Z: Adolescentes.
  • Millennials: Jovens profissionais.
  • Generation X: Profissionais maduros.
  • Baby Boomers: Aposentados ou prestes a fazê-lo.
  • Silent Generation: Aposentados idosos.
  • G.I. Generation: Os nascidos logo após a viragem do século XX.

A imagem abaixo da ThoughtCo ajuda a ilustrar essas gerações:

Sumário

A Geração Z é a próxima grande oportunidade para as empresas.

Atualmente, eles têm um poder de compra estimado em 200 biliões de dólares, e este valor continuará a crescer à medida que mais pessoas da Gen Z entram no mercado de trabalho.

Lembra-te:

  • A Geração Z preocupa-se em melhorar o mundo e escolhe ativamente marcas que trabalham para tornar este num lugar melhor.
  • Autenticidade e interações significativas são extremamente importantes para a Gen Z. Portanto, concentra os teus esforços em conectar e comunicar de uma forma pessoal e relacionável.
  • A geração após a Millennials também se preocupa em manter a sua privacidade online, ignorando redes abertas como o Facebook em favor de aplicações de mensagens diretas como o Snapchat.
  • A Geração Z passa a maior parte do tempo online a ver vídeos nos seus dispositivos móveis, portanto aumenta o alcance da tua marca com canais como o YouTube e o Instagram Stories. E faz parcerias com microinfluenciadores, pois eles têm mais influência do que as celebridades sobre esta geração.
  • E, finalmente, a Gen Z tem um tempo de atenção cada vez mais curto. Portanto, vai direto ao ponto, evita anúncios longos e cria conteúdo snackable.

Fonte: Tom J Law