A bemyself não é apenas uma marca, define sim uma atitude.

Sede: 
Rua Pascoal de Melo nº3, 1.1
1170-294 Lisboa
Escritório:
Avenida Almirante Reis nº114, 6ºb
1150-014 Lisboa
Email:
geral@bemyself.pt

BEMYSELF

Acabaste o Curso? Aqui Estão 5 Coisas Que Precisas Saber Sobre Gestão Financeira

Acabaste o Curso? Aqui Estão 5 Coisas Que Precisas Saber Sobre Gestão Financeira

Finalmente estás formado! Antes de mais, parabéns! A tua cabeça deve estar repleta de decisões por tomar e perguntas como onde vais trabalhar, como e onde vais viver ou como vais conseguires uma vida estável. Outro ponto importante desta fase é que o fim da universidade implica, para muitos, o início da independência financeira.

Mas nada temas! Deixamos-te as melhores dicas sobre gestão financeira que qualquer finalista universitário deve considerar.

1) CRIA UM ORÇAMENTO

Quando pensas em orçamentos, provavelmente pensas em encontrar formas de reduzir os teus gastos. Na prática, orçamentar é simplesmente fazer uma gestão do teu dinheiro e uma ferramenta financeira para coletar de dados (ou seja, saberes o que fazes e onde gastas o teu dinheiro). Antes que possas fazer seja o que for, tens que perceber onde te encontras. Criar um orçamento vai dar-te uma visão geral do teu fluxo financeiro. Vais ser capaz de entender se precisas ganhar mais dinheiro — podes arranjar um part-time ou reduzir nas despesas.

Talvez possas economizar comprando o teu almoço fora uma ou duas vezes por semana, e não todos os dias. A chave não é impor austeridade, mas fazer mudanças moderadas com as quais possas viver e manter ao longo do tempo.

2) CRIA UM PLANO ANTES DE AGIR

Um plano financeiro real tem em consideração metas a curto e longo prazo. Talvez não queiras pensar já em te aposentares ou comprar propriedades quando ainda vais começar a ganhar dinheiro. No entanto, ter um plano vai ajudar-te a fazer escolhas financeiras mais inteligentes. À medida que a vida decorre, vais ter compras importantes a serem consideradas. É crucial identificares as tuas prioridades para que possas fazer escolhas inteligentes sobre o que fazer (e quando).

Vais querer definir as tuas metas e prioridades, uma vez que não podes fazer tudo, muito menos tudo de uma vez. No inicio da tua carreira, podes querer concentrar-te em pagar empréstimos da faculdade ou separar uma percentagem do salário para um fundo. Esta percentagem pode aumentar à medida que eliminas dívidas ou outras compras importantes. Como é evidente, deves ter sempre em consideração as tuas despesas do dia a dia, como a renda, alimentação, custos de transporte, etc.

3) CERTIFICA-TE QUE ABORDAS UMA COISA DE CADA VEZ

Um plano financeiro não significa nada se não te mantiveres fiel a ele. A chave para a consistência é mantê-lo simples. Depois de identificar as tuas prioridades, cumpre-as, mas não te sobrecarregues. Isto significa que deves assumir uma ambição financeira de cada vez, ou seja, não comeces um plano de aposentadoria, solicites dois cartões de crédito e reserves uma viagem para a Jamaica tudo no mesmo dia. Precipitação não funciona em termos financeiros. Precisas ser objetivo, estar bem informado e tomar decisões com calma e cuidado.

4) LÊ OS DOCUMENTOS (nós sabemos que é difícil, mas tem mesmo que ser)

Nenhum documento financeiro é o igual. Apólices de seguro, contratos de arrendamento e documentos de empréstimo serão diferentes para cada fornecedor de serviços ou produtos. Antes de assinares estes documentos, precisas mesmo lê-los com atenção. Mais importante ainda, tens que ter a certeza de que o que achas que está salvaguardado está realmente salvaguardado. Se não entendes alguma coisa, faz perguntas. Se ainda assim não fizer sentido, então não é o serviço financeiro certo para ti. Não te esqueças de prestar atenção aos detalhes. Por exemplo, a maioria das apólices de seguro dos arrendatários não cobre as inundações. Vais precisar de um plano separado para isso.

5) VIGIA AS TUAS DÍVIDAS

A tua vida financeira será sempre sobre fazer compromissos e escolher o que precisas. Também é sobre o que é importante para ti e o que podes eliminar sem comprometer a tua qualidade de vida. Há algumas coisas que não podes mudar, como a alimentação e a habitação, mas podes mudar as tuas atitudes sobre o que precisa (versus o que desejas). Quando te sentir à vontade com a tua situação e fores educado sobre as tuas opções, estarás no caminho certo para te formar em literacia financeira.

Fonte: Tony Steuer, autor de finanças pessoais

 

you dream it. we do it.